O retorno sobre o investimento é um indicador importantíssimo para otimizar as decisões dos gestores em uma empresa. Afinal, com seu método de cálculo, permite enxergar se uma abordagem rendeu ou não resultados positivos em termos financeiros, o que indica se são necessárias propostas de mudança e evolução.

Dessa forma, é possível avançar e conquistar melhores resultados, com estratégias e ferramentas que geram valor para o negócio. Por essa razão, é fundamental acompanhar atentamente essa métrica e os dados relacionados. Se quiser saber mais sobre o assunto, acompanhe nosso texto!

O que é retorno sobre o investimento (ROI)?

O indicador ROI (return over investiment ou retorno sobre investimento) é o que calcula o lucro restante depois da aplicação de uma tecnologia ou de um projeto específico. Para isso, ele considera os gastos totais que viabilizaram o investimento e a receita gerada. É uma métrica de rentabilidade que indica diretamente se houve ganhos consideráveis ou perda de dinheiro.

Assim, confere uma certa previsibilidade com relação à continuação daquele projeto ou campanha, ao analisar o seu passado. Esse fator ajuda a otimizar as decisões dos gestores, com a possibilidade de entender os pontos fracos e fortes, a fim de realizar os devidos ajustes nas estratégias.

Portanto, é fundamental para saber no que vale a pena investir e no que não vale. Por isso, é um indicador muito utilizado por investidores no mercado financeiro, por exemplo. Da mesma forma, é usado no marketing, a fim de mensurar o resultado de campanhas, as abordagens de promoção e o relacionamento com os clientes.

Como calcular o ROI?

O fato interessante acerca do ROI é que ele pode deixar de ser uma simples métrica e se tornar um indicador estratégico, caso a gestão utilize suas informações da maneira correta. O ideal é interpretar seu resultado com outros indicadores e agir de acordo com isso.

Existe uma fórmula-padrão, bem conhecida, para levantar o valor do ROI de algum projeto ou processo em uma empresa. Ela envolve a receita e os custos como as principais variáveis: ((Receitas – custos)/custos) X 100

O resultado é uma porcentagem, que indica o quão grande foi o crescimento e o desenvolvimento da companhia depois desse determinado investimento.

Necessidade de organização dos dados

Para conseguir chegar a um valor de retorno preciso, é importante ter uma boa noção de todos os ganhos de receita, bem como dos custos envolvendo o projeto. Isso se torna um desafio em algumas organizações, pois elas dispõem de dados desorganizados em muitos sistemas de gestão que não se comunicam entre si.

Em outras situações, elas confiam fortemente no uso de planilhas para essa gestão. Desse modo, se precisarem levantar o ROI de vários projetos e campanhas, precisarão lidar com uma quantidade imensa de dados, dispostos de uma forma que não é intuitiva para análise. Esse aspecto pode acarretar erros e problemas na compreensão do real retorno.

No caso do marketing tradicional, feito em rádio e televisão, por exemplo, um dos grandes empecilhos era justamente mensurar exatamente os resultados de uma campanha. Essa inviabilidade era um problema para conhecer o ROI e otimizar os investimentos. No entanto, com a ajuda de sistemas inteligentes, é possível coletar uma satisfatória quantidade de dados e resolver essa situação.

Dessa maneira, é interessante utilizar softwares para automação que ajudem a calcular o ROI. Sistemas RPA (automação robótica de processos) podem ser aplicados para essa função. Primeiramente, eles são ideais porque lidam bem com grandes quantidades de dados, já que são robôs que aprendem a gerenciar funções como os seres humanos. Além disso, acrescentam precisão ao processo e eliminam gargalos e demoras.

Uso de sistemas de automação

Ademais, um sistema RPA facilita a coleta de dados acerca das receitas e dos reais valores que foram investidos. Esses softwares podem monitorar um projeto de implantação de alguma aplicação, por exemplo, desde o começo, a fim de levantar informações relevantes para a análise do ROI.

Combinando com o Business Intelligence, é possível gerar relatórios fáceis de visualizar e dispostos em dashboards, sempre disponíveis para estudo por parte dos gestores. As duas ferramentas trabalhando juntas permitem que a empresa seja capaz de monitorar processos e lançamentos financeiros, a fim de otimizar a compreensão do retorno e aprofundar seus conhecimentos sobre a real situação do negócio.

Assim, a automação permite uma visão mais ampla e precisa, o que suporta o aumento de escala. Com isso, é possível adotar o cálculo e o acompanhamento de ROI como regras dentro da companhia, o que permite a utilização de seus resultados de uma maneira estratégica.

Quais os benefícios do ROI?

Vamos sistematizar agora os principais benefícios do cálculo de ROI. Acompanhe.

Evita o corte de gastos estratégicos

Em momentos de crise e corte de investimentos no setor de TI, é normal que a gestão pense em cortar gastos e enxugar o balanço financeiro.

Contudo, quando isso é feito com o apoio de um indicador como o ROI, a empresa evita erros e previne o corte desnecessário em projetos e soluções que estão dando um bom retorno financeiro. É uma forma de saber e enxergar o que está bom e o que pode ser eliminado.

Ou seja, é uma ótima maneira de manter os esforços direcionados exclusivamente para o que traz benefícios à empresa, otimizando as decisões de investimento.

Se a aplicação de determinada solução de CRM ou a implantação de uma certa ferramenta de atendimento não trouxerem o devido lucro, por exemplo, a companhia pode investir em outras abordagens e trabalhar exatamente a fim de compensar as deficiências nessas áreas.

Engaja a equipe

Outra vantagem é a possibilidade de motivar os colaboradores com um valor real que determina o sucesso ou o fracasso de determinado projeto/abordagem. Dessa forma, os funcionários sabem a condição e o resultado das ações e conseguem trabalhar focados nesse indicador.

Se os resultados forem positivos, é possível ficar mais motivado para continuar garantindo lucro e crescimento, sabendo em qual direção seguir. Se forem negativos, dá para saber que alguma mudança deverá ser feita.

Estimula a busca pelo maior lucro

Como vimos, o índice de ROI está associado à lucratividade do negócio diante de uma certa ação. Por isso, acompanhar esse indicador é importante para incentivar essa busca pelo lucro, o que ajuda a estimular os colaboradores e gestores a buscarem crescimento e melhores condições financeiras.

Dessa maneira, a empresa se condiciona a sempre evoluir e melhorar, buscando solucionar os gargalos e avançar rumo ao crescimento. Essa busca por evolução é imprescindível para que as companhias sobrevivam fortes no mercado e alcancem vantagem competitiva, pois também motivará o interesse por novas tecnologias e abordagens.

O retorno sobre o investimento é um indicador-chave que ajuda as companhias na compreensão do que é lucrativo ou prejudicial. Assim, elas conseguem uma visão completa do negócio para otimizar e ajustar os investimentos, em busca do maior lucro possível.

Gostou de aprender mais sobre o assunto? Assine a nossa newsletter e continue antenado em nossos conteúdos.

Open chat