(11) 4119 5656 biti9@biti9.com.br

Um dos objetivos das tecnologias e dos avanços nessa área é facilitar a vida das pessoas. Por isso, a automação de processos via RPA vem sendo aplicada em massa por diversas companhias que buscam agilidade nas operações e mais segurança. É possível ser ainda mais específico e implantar o RPA na gestão de recursos humanos, otimizando as tarefas do setor, com redução de custos e de entraves cotidianos, aumentando o engajamento dos funcionários.

Que saber como? Então acompanhe este artigo até o fim. As informações serão muito úteis para você!

O que é RPA?

Assim como foi mencionado na introdução, um dos objetivos da computação é facilitar a vida dos seres humanos, auxiliando nas atividades diárias. Por isso, o computador pessoal foi criado, inclusive, com diversas ferramentas que foram pensadas para serem um braço direito para as pessoas.

Nesse sentido, o RPA segue como uma solução moderna de destaque para alcançar esse objetivo. O termo é definido como robotização de atividades operacionais, ou seja, sistemas artificiais que executam tarefas burocráticas, repetitivas e volumosas no lugar dos humanos.

Assim, os funcionários podem se preocupar com questões mais importantes e estratégicas, relacionadas com a cultura e com os valores de suas empresas. Com isso, é possível também eliminar gastos desnecessários com pessoal: contratação, treinamento, entre outros.

Como aplicar o RPA na gestão de recursos humanos?

Na gestão de RH, a automação é crucial para obter resultados melhores por parte dos funcionários do setor e dos empregados. Afinal, um dos grandes problemas das companhias é a burocracia que envolve novas contratações, treinamentos e toda a documentação envolvida para que um novo membro possa de fato começar a trabalhar.

Com sistemas de RPA, é possível otimizar esse processo, com robôs lidando com documentos, registros, dados e com funções diárias mais repetitivas, liberando os outros membros para tarefas mais importantes e menos cansativas, que demandam o aspecto humano. O que facilita também para os novos empregados: que lidam com informações mais claras e fases mais intuitivas antes de começar a integrar a equipe.

O setor de recursos humanos é um dos que mais envolve trabalhos manuais, que são simples, mas desgastantes. Por isso, é um dos departamentos que tem sofrido grandes intervenções dos sistemas de RPA, com resultados concretos e reais para as companhias, conforme veremos no próximo tópico.

Quais as vantagens?

Melhoria no monitoramento de processos

Para os líderes de departamentos, o RPA gera ainda mais conhecimento e confere garantia de uma gestão mais organizada com análises detalhadas, relatórios e métricas. Assim, o monitoramento dos processos e atividades fica bem mais fácil, com mais segurança para os diretores e gestores.

Integração de áreas e processos

O fluxo de informações segue uma lógica bem mais organizada, com uma integração maior entre os sistemas internos. Com isso, os processos ganham mais agilidade e mais rapidez. A tomada de decisão também se torna mais certeira, amparada por dados de diversos setores unidos.

O setor de RH é um que depende muito dessa integração, pois frequentemente serve como intermediador de outras áreas da empresa. O RPA resolve esse problema e permite mais conhecimento para o setor em menos tempo, pois os robôs conseguem se comunicar perfeitamente com os outros softwares.

Isso também afeta diretamente o atendimento ao cliente e pode gerar melhores experiências para os consumidores.

Redução de erros

Um dos principais benefícios da utilização de robôs para a execução de tarefas manuais é a precisão. Afinal, como são programados para fazer atividades específicas, os sistemas são como especialistas no que fazem, reduzindo a incidência de erros nos serviços.

A maior parte das falhas se dá justamente por fatores humanos: distração, questões psicológicas e outros aspectos que não interferem no trabalho de um software de RPA. Menos erros incorrem em menos custos e em aumento da produtividade.

Com as mudanças na dinâmica do mercado, é importante buscar alternativas tecnológicas para conseguir resultados melhores para os negócios. Assim, é possível alcançar os benefícios supracitados e fazer com que sua companhia se diferencie e se destaque nesse meio.

Este artigo sobre RPA na gestão de recursos humanos foi útil para você? Então, que tal mostrar para todos os seus amigos nas redes sociais? Compartilhe!