A otimização operacional é uma busca urgente para diretores que veem na tecnologia o caminho para a competitividade no futuro. Mas como alcançar esse objetivo da forma mais inteligente?

A resposta está no uso de dados como fonte de estratégia e planejamento para a otimização empresarial (conceito denominado como gestão data driven) e a implementação de RPA: a automação de processos e tarefas por meio de robotização, utilizando softwares e sistemas especializados.

Quer entender como esses dois conceitos podem interagir na rotina de uma empresa e quais são os benefícios dessa otimização? Listamos 8 vantagens de se investir em tecnologia nesse sentido. Confira!

1. Otimização operacional por meio de processos inteligentes

O que o mercado está percebendo com velocidade é que a reestruturação de processos mais inteligentes no workflow de um negócio é o que traz toda a otimização necessária para se tornar mais competitivo e garantir todos os itens dessa lista.

Um foco data driven no negócio utiliza de tecnologia para encontrar problemas e oportunidades a serem atacados em aspectos operacionais e administrativos de uma empresa.

Dentre esses pontos, surge a chance de substituir trabalhos manuais pela automação do RPA, sem perder a capacidade de análise e iteração sobre determinada tarefa ao retirar o fator humano dela.

O resultado é uma empresa que consegue o máximo de resultado com o mínimo de esforço e recursos. Você já deve estar pensando em tudo o que isso implica para o sucesso da sua gestão, mas isso ficará ainda mais claro nos próximos itens.

2. Aumento da produtividade geral

Uma empresa que aposta na inteligência de dados e na robotização de processos liberta seu corpo de colaboradores de tarefas maçantes e repetitivas, dando a oportunidade para aprimorarem seu trabalho e serem mais produtivos.

Esse aumento de produtividade não é apenas quantitativo, mas também qualitativo. A otimização de processos e redução de etapas na rotina permite que esses mesmos profissionais exerçam uma função mais estratégica dentro de suas experiências, trazendo novos insights e ideias para constante inovação dentro do negócio.

3. Maior flexibilidade no trabalho

Uma das características necessárias para negócios, que vem sendo exigida na era da transformação digital, é a capacidade de se adaptar rápido a mudanças do mercado em estratégias e operações.

Para que uma empresa tenha essa agilidade, ela precisa estar sempre integrando e mantendo o contato entre seus colaboradores, desde quem planeja até quem executa — não importa o horário ou a localização.

A robotização de processos pode abrir mais espaço para uma reestruturação do trabalho, como alinhamento e produtividade remotos. Isso colocará sua equipe sempre de prontidão para aproveitar oportunidades antes dos concorrentes.

4. Redução de custos operacionais

Como dissemos anteriormente, otimização significa fazer mais com menos. Agora, imagine um ambiente empresarial em que processos são redesenhados para serem mais eficientes, seguindo análise de grandes volumes de dados, além de serem gerenciados e executados por softwares especializados em robotização.

O resultado não pode ser outro: seu negócio economiza recursos de escritório, operacionais e computacionais. Isso sem falar nos recursos mais importantes quando falamos em produtividade: o tempo e o esforço dos profissionais envolvidos.

5. Maior segurança para os dados

O RPA é um grande aliado da segurança da informação em era de transformação digital. As empresas estão migrando para a gestão data driven exatamente pelo valor que reconhecem em seus dados — o mesmo valor que atrai criminosos virtuais.

A robotização permite, também, controlar o acesso e a utilização de informações sensíveis da empresa. Assim, o gestor não só mitiga riscos de invasão e comprometimento, como também diminui a incidência de falhas em registros e conflitos entre valores.

Esse último ponto é muito relevante, falando-se novamente em produtividade. Quando o manuseio de dados é feito manualmente, há muito mais retrabalhos e tomadas de decisão equivocadas. Quanto mais automatizada é a gestão data driven, mais confiável ela se torna para agilizar processos.

6. Compliance e eficiência fiscal

Podemos usar um exemplo mais específico para que você entenda o benefício de dados geridos por processos robotizados.

A gestão fiscal de um negócio depende muito do cruzamento de grandes volumes de informação, de conferências e análise de valores vindos de diversas fontes.

Apostar no RPA não só garante confiabilidade nos números como torna todos os processos de compliance e execução de obrigações fiscais muito mais ágeis. O que poderia demorar semanas pode ser resolvido em bem menos tempo.

7. Maior controle sobre a cartela de clientes

A gestão de clientes é determinante para o sucesso de um negócio e sempre foi um processo complexo: desde a segmentação da carteira até o controle do atendimento.

Ao automatizar essa relação, você ganha em duas pontas que antes não pareciam ser alcançáveis simultaneamente:

  • de um lado, você tem a tecnologia necessária para escalar exponencialmente seus leads, gerindo uma grande base com pouco esforço;
  • de outro, você tem mais ferramentas e acesso a mais dados para personalizar o atendimento de cada um deles, tornando o relacionamento único e objetivo, independentemente do perfil do cliente.

8. Maior visão para decisões assertivas

Pense em todos os benefícios que citamos até aqui: mais flexibilidade e inteligência para operação e gestão, mais segurança e eficiência no uso de dados, controle na relação com os clientes, melhor uso estratégico de dados para entender e se adaptar ao mercado.

Quando analisamos esses pontos reunidos dessa forma, fica claro o que talvez seja um dos grandes benefícios do investimento em tecnologia e robotização: a visão necessária para tomar decisões em uma nova era de transformação digital.

O novo mercado não abre muito espaço para palpites e apostas sem que seus dados demonstrem um caminho claro a seguir. Quanto mais informação e eficiência de análise houver em seu processo administrativo, mais fácil fica dar passos a mais do que os concorrentes e com menos esforço.

Afinal, este é o foco da transformação digital: utilizar a tecnologia como um suporte estratégico à tomada de decisões e otimização operacional. Isso pode ser alcançado principalmente com a introdução de uma gestão data driven e a implantação de RPA que revolucione a forma de trabalhar dentro da empresa.

Como você vem iniciando esse processo? Tem alguma dúvida extra sobre robotização e gestão de dados? Deixe seu comentário aqui!